MENSAGENS FINAIS

QUEM SOMOS

NISTO CREMOS

ESTUDOS

JUDICIAIS

CARTAS

 A Administração tenta uma MISSÃO IMPOSSÍVEL !   Salvar a IASD e Ellen White, e borrar na história os Pioneiros.

O que provam os Year-Books mostrados no http://www.alvorada.us/year_books.htm  ???

Uma Profetisa Falsa ou  Uma Igreja Falsa ?

 

A administração prefere dizer que Ellen White mudou.
Mas, isso é o mesmo que dizer que EGW foi uma profetisa falsa !  (Basta ter que aceitar a " A Visão da Porta Fechada" !).

Eu prefiro dizer que a Igreja Adventista hoje é uma igreja falsa e não chegar a nenhuma conclusão sobre Ellen White, impossibilitado de conhecer a sua verdadeira história.
Aceito que Deus tenha mostrado alguma coisa à EGW, mas nunca no nível dos profetas da Bíblia.
Entre as várias hipóteses, poderia até não desprezar aquela, que se tratava de um profeta como Balaão, que só os profetas posteriores revelaram a sua apostasia.
A comercialização do seu dom profético teria desagradado a Deus ?  Também não parece ser o caso, pois essa comercialização foi mais na parte final da sua vida, e a maioria dos seus erros aconteceu na primeira fase da sua carreira.
O mais provável, é que o conceito exagerado dos Adventistas sobre EGW, deveu-se à propaganda e glorificação pela administração da IASD, e Ellen White deva ser aceita apenas como alguém a quem Deus deu mais luz.

Porém, a administração querer apagar da história da igreja os Pioneiros, e tentar salvar Ellen White junto com a IASD, é MISSÃO IMPOSSÍVEL !

1. A mudança na doutrina Adventista foi após a morte de Ellen White. No mesmo ano em que ela morreu, deixaram de publicar as doutrinas no Year-Book e só voltaram a publicar 15 anos depois, já com a mudança. (nos Year Books de 1915 a 1930 não publicaram as doutrinas)
Tudo fazia parte de um plano encabeçado pelo Editor das publicações Adventistas F.M.Wilcox.  Ellen White estava nos seus últimos meses de vida, e já alheia às circunstâncias, e esse administrador já no final de 1913 aproveitou-se da situação precária de Ellen White para publicar um artigo com letras pequenas, em que num parágrafo traz a doutrina da Trindade.
O que o livro Trinity diz ser uma prova que Ellen White aceitou sem protestos a publicação da doutrina da Trindade, não passou de um oportunismo de FM Wilcox.
Os autores do livro Trinity deveriam antes explicar, como em tantos anos os Year Books publicaram uma "heresia", sem que Ellen White nunca tivesse dito nada, ou escrito ao contrário.


2. A autenticidade desses documentos, não pode ser contestada, e nunca foi contestada durante mais de 1 ano que anunciamos a sua descoberta.
Os Year Books originais continuam expostos na Biblioteca da Conferência Geral, e a administração não os escondeu das prateleiras de livros. (até essa data)  Qualquer um que venha a Washington poderá constatar a verdade, e se precisar, é só avisar em que aeroporto vai chegar (Reagan, Dulles, BWI) e eu vou esperar e levá-lo até a biblioteca da Conferência Geral.


3. Ellen White exercia uma quase absoluta autoridade sobre a administração da Igreja Adventista.
Quando mudaram a Conferência Geral de Battle Creek, Michigan, para Takoma Park, Washington, os administradores já haviam decidido mudar para New York, quando Ellen White interferiu e impôs a sua vontade. (a mudança aconteceu após a sua volta da Austrália)
Nenhum administrador ousava contestá-la quando ela dizia: "Deus me mostrou."


4. A administração da IASD no Brasil tem reforçado a sua pregação sobre a Trindade, porém sempre ignorando as provas dos Year Books. -  Não interessa evidenciar e reconhecer uma mudança na doutrina da igreja !
A simples mudança na doutrina já expõe a IASD ao ridículo, que antes exploram criticando as Testemunhas de Jeová, por suas constantes mudanças.

Se a administração espera que o assunto logo vai estar esquecido e tudo vai continua como antes, desta vez está equivocada. Não se trata de uma mera acusação de cópias feitas por Ellen White.


À prova apresentada, só cabem 2 explicações:
   Uma profetisa falsa ou  Uma igreja falsa ! 
A administração está optando por "uma profetisa que mudou de idéia", mas essa explicação inevitavelmente faz de Ellen White uma profetisa falsa !  - A  visão da "porta fechada" já questionava seriamente a sua credibilidade.



5. Embora haja gente interessada em diminuir a importância do nosso trabalho, as provas que apresentamos não foram conseguidas na Internet, e nem estamos fazendo pesquisas em Lisboa !
Além de morar a 2 quilômetros da Conferência Geral, Ennis Meier tem o tempo que desejar para pesquisar direto na fonte da informação.
A conferência Geral tem uma enorme biblioteca aberta ao público 8 horas por dia. (onde se encontram a maior parte dos Year Books mostrados)   É permitido a entrada a qualquer um que se apresente na portaria e assine o livro de visitantes.
Além da biblioteca da GC, tem a biblioteca do White Estate, com os livros originais que faziam parte da biblioteca de Ellen White, embora não imediatamente acessível, nunca nos negaram qualquer coisa.

Os arquivos da Conferência Geral sempre estiveram abertos às nossas solicitações. Numa única ocasião nos foi negado ver um relatório de um advogado de patentes que fez um trabalho dizendo que Ellen White não praticou  nenhuma ilegalidade para a sua época. Esse mesmo relatório em forma integral, depois encontramos num website da própria Conferência Geral. 
Porém, o incidente foi único e apenas uma reação por uma secretária em dia anterior, (sem autorização do diretor) nos ter mostrado e fotografamos o "Veltman Report". (possivelmente, esse relatório sim, acreditamos que teriam negado examinar. --- a alegação foi que não tinham passado 30 anos para poderem ser publicados)

Além dessas fontes originais de informação, a biblioteca do universidade Adventista Columbia fica a menos de 10 Km de distância.

Não bastassem todas essas fontes de informações, a apenas 3 minutos de carro da minha casa, tivemos a motivação, sabendo exatamente o que procurar

 

HOME